Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Brasil / Polcia Federal

Publicado em: 27/06/2020 - 20:39:23

Blogueiro de Bolsonaro diz que é 'preso político' em MS

Oswaldo publicou "carta aberta" depois de ser preso em Campo Grande na investigação que apura atos antidemocráticos no país


Jornalista que atua no Paraná, onde nasceu, Oswaldo Eustáquio está preso na Superintendência da Polícia Federal de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, desde sexta-feira (26).


Mesmo preso, utilizou o perfil no Twitter para divulgar “carta aberta” em que se diz “preso político” e defensor da "liberdade de imprensa". 


Ele foi preso em Campo Grande no final da manhã de sexta-feira, depois de visitar a linha de fronteira entre Brasil e Paraguai, em Pedro Juan Caballero, cidade gêmea de Ponta Porã, distante 314 km de Campo Grande.


Foi preso após mandado expedido pelo ministro do STF (Superior Tribunal Federal) Alexandre de Morais no âmbito da Operação Lume, inquérito que apura incentivo e financiamento de atos antidemocráticos que pedem o fechamento do Congresso e do STF. A justificativa da prisão foi alegada como risco de fuga pelo Paraguai.


“Eu, Oswaldo Eustáquio, prisioneiro de Jesus Cristo e do Brasil, no segundo dia de minha prisão arbitrária, em primeiro lugar clamo pela libertação dos presos políticos Jurandir e Bronze”, diz ele.


A carta foi publicada há poucas horas em conta atribuída a ele no Twitter, e aberta em julho de 2009. O perfil é utilizado para fazer defesa contumaz da militância bolsonarista. A publicação cita o perfil do amigo Hugo Alves dos Santos, que estava com Eustáquio quando ele foi preso.


A foto da carta escrita à mão tem como fundo a sede da Superintendência da Polícia Federal em Campo Grande. Eustáquio se auto intitula como “jornalista investigativo” no Twitter, e a carta finalizada com o nome dele cita, também, número de DRT, o registro profissional.


Ainda assim, a militância pública feita em meio ao bolsonarismo indica que ele se coloca como “alternativa” à imprensa, que costuma incluir nas críticas que faz. Em Pedro Juan Caballero, Eustáquio gravou vídeo: “Aqui no Paraguai tem 13 mortes, no Paraguai inteiro. Ali, do outro lado da fronteira, em Ponta Porã, já tem mais mortes que aqui”, afirma.


Carta – A carta é uma alusão a outros alvos da operação que investiga os atos anti democráticos. Ele diz que depois da viagem a Mato Grosso do Sul e ao país vizinho, pretendia ir até São Paulo “levantar a voz” pela liberdade de Antônio Carlos Bronze e Jurandir Alencar. Eustáquio também afirma que a prisão põe em risco “o sigilo da fonte” garantido pela Constituição. 


- CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS


Oswaldo Eustáquio ao lado de Sara Winter (Foto: Divulgação)




   

Campo Grande News / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Blogueiro de Bolsonaro diz que é 'preso político' em MS"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões na quarta

  Investigação: Quem matou Carla quis dar 'recado'

  Secretário deAgricultura é morto a facadas em barbearia

+Notícias mais lidas da semana

'Dia triste', diz secretário diante de 16 mortes em 24h
91 pacientes estão internados em leitos de UTI
Energia mais cara incentiva uso da energia solar
No MS, foram aplicados mais de R$ 100 milhões do FCO em placas solares neste ano
OLX cria verificação com foto de documento em MS
Medida veio após enxurrada de golpes nas negociações.
Alta velocidade e neblina provocam capotamento de Hilux
Foi na BR-262 sentido Ribas do Rio Pardo. Três se feriram.
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®