Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> São Gabriel do Oeste / Acidente

Publicado em: 08/01/2020 - 07:11:10

Casal de São Gabriel fala sobre o acidente no Peru


Danilo e Mariana em um dos registros fotográficos feitos durante mochilão pelo Peru (Foto: Arquivo pessoal)Danilo e Mariana em um dos registros fotográficos feitos durante mochilão pelo Peru (Foto: Arquivo pessoal)


Um dia após o acidente envolvendo ônibus de viagem que matou 16 pessoas e deixou dezenas feridas, na rodovia Pan-Americana, no distrito de Yauca, no Peru, o sul-mato-grossense Danilo Alencar, 30, lembra assustado os momentos que viveu ao lado da companheira. "Quando olhei, ela estava com o rosto em meio aos escombros", revelou em entrevista ao Campo Grande News.


O técnico de segurança do trabalho e a namorada, a bióloga e professora Mariana Pires, moram em São Gabriel do Oeste - a 140 quilômetros da Capital - e escolheram o Peru para fazer um mochilão durante às férias.


"Este é nosso segundo mochilão, saímos de São Gabriel do Oeste com uma amiga e fomos até Cuzco. Lá nos separamos, eu e Mariana fomos para Ica e estávamos voltando para encontrar com ela [a amiga] em La Paz", conta.


Danilo revela ainda, que o acidente aconteceu pouco tempo depois de o casal dormir. "Ficamos acordados até 0h20, mais ou menos, e logo que aconteceu eu me lembro de pegar o celular para iluminar o local e ver que era 0h40, ou seja, coisa de 20 minuto".



Ônibus ficou destruído após capotar e se chocar com minivans à beira da estrada (Foto: Divulgação)Ônibus ficou destruído após capotar e se chocar com minivans à beira da estrada (Foto: Divulgação)


Segundo informações prestadas pela Sutran (Superintendência de Transporte Terrestre de Pessoas) à imprensa peruana, o ônibus da empresa Cruz del Sur, que saiu de Lima, estava a 106 km/h momentos antes do acidente. Por se tratar de uma zona urbana, o limite de velocidade no local onde o veículo capotou é de 35 km/h.


Em determinado trecho da rodovia, em uma curva, o veículo capotou e bateu em minivans estacionadas à beira da pista.


Danilo conta que o veículo virou justamente para o lado em que o casal estava. "Ficamos com as poltronas 29 e 30. Mariana viajava na janela e o ônibus tombou para o nosso lado". Ainda segundo ele, logo que acordou e percebeu o acidente, viu a companheira sob os escombros e começou a pedir ajuda.


"Percebi que eu estava bem, não tinha fratura nenhuma e parei para ver como poderia retirar ela, que estava deitada de bruços. Consegui virar ela e lembrei que a empresa de viagem fornecia cobertores. Enrolei um sobre ela e fui pedir ajuda", relembra o técnico de segurança do trabalho.


O veículo tombou próximo a uma vilarejo. Três moradores que foram até o local ajudaram Daniel a carregar Mariana até às margens da rodovia. Logo em seguida, uma caminhonete da Polícia Rodoviária da região chegou ao local e levou a bióloga para uma unidade de saúde da região.


O marido lembra que ela estava bastante machucada, mas ele conseguiu acalma-la. Com suspeitas de fraturas, Mariana precisou ser transferida para hospital em Ica e, em seguida, para Lima, onde permanece internada. A vítima passou por procedimento cirúrgico e seu quadro de saúde é considerado estável.


Danilo, que sofreu apenas escoriações, foi levado para unidade de saúde de Nazca, onde ficou em observação. Nesta terça-feira ele seguiu viagem até Lima, onde encontrará com a companheira. A mãe de Mariana também viajou para Lima para acompanhar a filha.


Caso - Sobrevivente, o motorista do ônibus disse à polícia local que teve problemas no freio. O diretor da empresa de transporte responsável pela linha rebateu a informação, pois, segundo ele, o veículo era novo.


Hoje, a Sutran suspendeu temporariamente as atividades da Cruz del Sur.


Ainda conforme a imprensa do Peru, duas turistas alemãs estão entre os 16 mortos no acidente. Quatro dos que faleceram ainda não foram identificados.


Inicialmente, os feridos foram atendidos nos hospitais de Nazca e Ica. Oito acabaram transferidos para Lima.


Danilo e Mariana em um dos registros fotográficos feitos durante mochilão pelo Peru (Foto: Arquivo pessoal)







   

Campo Grande News / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Casal de São Gabriel fala sobre o acidente no Peru"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Homem de 43 anos desaparece após cair de lancha

  Policial militar é encontrado morto em casa na Capital

Marido tenta matar mulher sufocada em Amambai

+Notícias mais lidas da semana

'Dia triste', diz secretário diante de 16 mortes em 24h
91 pacientes estão internados em leitos de UTI
Energia mais cara incentiva uso da energia solar
No MS, foram aplicados mais de R$ 100 milhões do FCO em placas solares neste ano
Leia: O historiador que previu uma grave crise em 2020
Adverte ainda sobre período perigoso da História
Operação contra juízes, advogados e empresários em GO
PF cumpre 17 mandados de busca e apreensão autorizados pelo STJ.
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®