Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Brasil / Geral

Publicado em: 10/11/2019 - 21:26:51

Fronteira com a Bolívia permanece fechada há 19 dias

A fronteira da Bolívia com a cidade sul-mato-grossense de Corumbá está fechada pelo 19º dia. Apenas pedestres podem circular pela faixa fronteiriça.A greve geral no País vizinho ainda não tem data para terminar. O comando da Polícia Boliviana também anunciou apoio à mobilização.



Conforme informações do jornal Diário Corumbaense, ainda não há determinação para o fim da mobilização que envolve praticamente todas as cidades bolivianas. O protesto realizado por lideranças políticas contrárias ao presidente Evo Morales, exige a renúncia do chefe de Estado boliviano, reeleito nas eleições presidenciais de 20 de outubro para o quarto mandato.



Entre as cidades que fazem fronteira com Corumbá, os municípios de Arroyo Concepción, Puerto Quijarro e Puerto Suárez permanecem com a fronteira bloqueada neste domingo (10). Apenas a circulação de pedestres e casos de extrema urgência, como a passagem de ambulâncias, são permitidos.



Neste sábado (9) o comando da Polícia Boliviana, em algumas cidades, também anunciou apoio à mobilização. Mas, em algumas regiões, manifestantes contrários e favoráveis ao atual governo, entraram em conflito.



Já na região de fronteira, conforme a imprensa local do lado boliviano, moradores das cidades fronteiriças se deslocaram até a unidade policial em Puerto Suárez, para saber o posicionamento do órgão. Um policial que recebeu a imprensa, afirmou que o comando da região também estava “junto ao povo”, informou o Diário Corumbaense.



Em Santa Cruz de La Sierra, na manhã deste sábado, policiais de diferentes unidades chegaram de caravana ao Comando Departamental para reforçar o motim da instituição Verde-Oliva que começou na noite de sexta-feira (8). Enquanto isso, a população fora do prédio exigia a saída do comandante Igor Echegaray.



PROTESTOS



Segundo a imprensa boliviana, nas últimas horas, houve ataques a residências, incluindo de familiares de Morales, e prédios públicos. No Twitter, Morales denunciou que “fascistas” incendiaram a casa dos governadores de Chuquisaca y Oruro, e também de sua irmã, Esther Morales, em Oruro. Emissoras de rádio e TV estatais, como a Bolívia TV, foram alvo de protestos.



PRESIDENTE



Conforme informações da Agência Brasil, o presidente Evo Morales anunciou, neste domingo, a realização de um novo pleito nacional, em data ainda a ser definida. “Decidi convocar novas eleições nacionais que, mediante o voto, permita ao povo boliviano eleger democraticamente a suas novas autoridades, incorporando novos atores políticos [ao processo político]”, disse Morales ao anunciar sua decisão.



O presidente Boliviano também anunciou que irá substituir os atuais membros do Tribunal Superior Eleitoral. “Nas próximas horas, a Assembleia Legislativa Plurinacional, de acordo com todas as forças políticas, estabelecerá os procedimentos para isto”.


Apenas a circulação de pedestres e casos de extrema urgência são permitidos - Foto: Diário Corumbaense




 

Correio do Estado / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Fronteira com a Bolívia permanece fechada há 19 dias"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Assassino de secretário municipal é preso em barreira

  Dois morrem após veículo bater em caminhão na BR-163

  Congresso do Peru aprova fim da imunidade parlamentar

+Notícias mais lidas da semana

'Dia triste', diz secretário diante de 16 mortes em 24h
91 pacientes estão internados em leitos de UTI
Energia mais cara incentiva uso da energia solar
No MS, foram aplicados mais de R$ 100 milhões do FCO em placas solares neste ano
Leia: O historiador que previu uma grave crise em 2020
Adverte ainda sobre período perigoso da História
Prêmio do Nota MS Premiada é dividido por 4 ganhadores
Os vencedores dessa edição são de Campo Grande, Maracaju, Antônio João e Amambai
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®