Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Geral / Geral

Publicado em: 07/10/2019 - 13:22:39

Decretada prisão de PMA que matou esposa e amante

A delegada da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande, Eva Maira Cogo já representou pelo pedido de prisão preventiva do policial militar ambiental, Lúcio Roberto Cabral, que acatado pela Justiça. Ele é acusado de matar a esposa Regianni Araújo, de 32 anos, e Fernando Henrique Freitas, na noite de sábado (5).


Segundo a delegada algumas testemunhas já foram ouvidas, mas nenhum detalhe dos depoimentos ou nome de quem já foi ouvido será divulgado para não atrapalhar nas investigações. “Muitas pessoas estão cm medo, e não vou passar detalhes para não atrapalhar”, disse a delegada.


A delegada ressaltou que já foi feito o pedido de prisão preventiva de Lúcio, que ainda está foragido e é procurado pela polícia. O policial teria agido por ciúmes, em razão de uma suposta traição da mulher, Regianni, que foi morta na casa dos sogros, com três tiros.


O PMA recebeu informações da esposa de Fernando Henrique Freitas de que ele estaria mantendo caso com Regianni. Ao tomar conhecimento, Lúcio estava na casa dos pais com a esposa e a questionou, mas ela negou.


Em seguida, ele foi armado para a casa de Fernando, no centro da cidade, por volta das 20 horas de sábado (5). A vítima dormia no sofá quando foi acordada com um chute, interrogada a respeito da traição e em seguida ferida com cinco vezes. A esposa de Fernando estava com a filha pequena na frente da casa quando tudo aconteceu.


Após o primeiro homicídio, o policial voltou para a residência dos pais. Lá, ele encontrou a esposa também no sofá e a matou com três tiros. “O pai dele estava na casa e tentou desarmá-lo, mas não conseguiu”, explicou a delegada. Depois de assassinar a esposa, Lúcio deixou a arma no imóvel e fugiu no carro do pai. Até o momento não foi encontrado.


Ainda conforme apurado, Fernando também atuava como corretor de imóveis em Paranaíba. A delegada disse não ter confirmado a hipótese de Lúcio ter recebido possíveis prints de conversas entre Regianni e Fernando. “O PMA responde por feminicídio e por homicídio qualificado por motivo fútil e que dificultou a defesa da vítima”, pontuou Eva.


 


(Foto: Divulgação)




 

Midiamax/ Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Decretada prisão de PMA que matou esposa e amante "

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Homem preso com 13 armas,23 carregadores e 360 munições

  Avião de pequeno porte cai em bairro residencial de BH

  PM flagra 13 dirigindo embriagados em Campo Grande

+Notícias mais lidas da semana

Name, Jamilzinho e policiais são levados para presídio
O pedido veio depois da descoberta do plano de atentado contra delegado
POEMA: 'A Lenda da Canoa Assombrada', em Camapuã (MS)
Do livro 'MOMENTOS' , de autoria de Etevaldo Vieira de Oliveira
Bombeiros retiram caminhonete que caiu no Rio Amambaí
A Ranger ficou completamente submersa e precisou ser guinchada pelos militares
TJ manda pistoleiro, procurado, cumprir pena preso
Omertà oferta recompensa por informações sobre paradeiro de José Moreira Freires
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®