Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Geral / Geral

Publicado em: 13/08/2019 - 16:32:21

MP que muda regras trabalhistas é alterada

O relator da medida provisória da liberdade econômica, deputado Jeronimo Goergen (PP-RS), anunciou que fez novas modificações no texto, que pode ir à votação no plenário da Câmara ainda nesta terça-feira (13). Com as novas mudanças, a proposta passa a ter 22 artigos.


A MP da liberdade econômica traz uma série de medidas que buscam reduzir a burocracia e melhorar a segurança jurídica para as atividades econômicas no país. A proposta altera leis como o Código Civil e a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).


De acordo com Goergen, as mudanças foram feitas no sentido de evitar que o texto fosse questionado, por eventuais conflitos com a Constituição.


Entre os pontos retirados pelo relator estão:



  • Direito Civil em contrato de trabalho – a proposta alterava a Consolidação das Leis do Trabalho para permitir que contratos de trabalho com remuneração acima de 30 salários mínimos fossem regidos pelo Direito Civil, ressalvadas as garantias trabalhistas constitucionais.

  • Transporte (anistia e documento único) – a MP criava o Documento Eletrônico de Transporte, que deveria ser emitido obrigatoriamente sempre que fosse feito o transporte de bens no território nacional, por qualquer meio. O DT-e seria o meio único de contrato de transporte e previa ainda uma anistia às indenizações devidas pelas transportadoras de cargas por não cumprirem a primeira tabela do frete fixada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres, em 2018.

  • Fim do adicional de periculosidade para motoboys – a proposta estabelecia o fim do adicional de periculosidade de 30% para motoboys, mototaxistas e quem usa motocicleta para o exercício da profissão.


O relator manteve no texto o seguinte ponto, mas com alteração:



  • Trabalho aos domingos – a MP libera o trabalho aos domingos e feriados. Neste ponto, o relator tinha mudado o texto da Comissão especial para prever uma folga ao empregado em pelo menos um domingo no período máximo de sete semanas. Agora, voltou atrás, retomando o texto da comissão especial, prevendo a folga em pelo menos um domingo do mês.


O relator prevê que a proposta ajude a criar 4 milhões de empregos em uma década, com a melhora no ambiente de negócios que a MP pretende promover.


“O texto que nós estamos entregando ao Parlamento é um grande avanço e, se houver um bom senso e sensibilidade política, não haverá obstrução e nós teremos aprovação, no mínimo, da maioria”, declarou Goergen.


A MP foi editada pelo Executivo no dia 30 de abril e já está em vigor. No entanto, precisa ser aprovada pelos deputados e senadores até o dia 27 de agosto. Caso contrário, perderá a validade.


Entre os principais pontos mantidos estão:



  • dispensa de alvarás prévios de funcionamento para pequenos comerciantes e prestadores de serviços;

  • carteira de trabalho digital;

  • a possibilidade de documentos públicos digitais, com o mesmo valor dos documentos originais;

  • um sistema que permita que os médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) emitam receitas digitais de remédios.


(Foto: Rafael Luz/STJ)




 

G1/ Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "MP que muda regras trabalhistas é alterada "

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Cadeirante fica presa em porta de Fórum em Dourados

  Sábado será ensolarado em todo Mato Grosso do Sul

  ‘Ninguém é obrigado a gostar, mas respeitar é um dever’

+Notícias mais lidas da semana

Criador de porcos é autuado pela 2ª vez em Camapuã
Fato ocorreu em propriedade localizada próxima ao Distrito de Pontinha do Cocho
Acidente com ônibus deixa 21 mortos no norte do Chile
Foi na Rota B-710, em Taltal, na província de Antofagasta,há 1200 km de Santiago
Previsão de obras na rodovia MS-306 é fevereiro de 2020
Governador verá, amanhã, abertura do leilão da concessão na Bolsa de Valores-SP
Assaltantes fogem com reféns em capô de camionete
Foi em SC, após assaltos a bancos em Vidal Ramos, no Vale do Itajaí
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®