Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Água Clara / Polícia

Publicado em: 16/04/2019 - 15:22:55

Acusados desviaram R$ 1 milhão na Câmara de Água Clara

O objetivo da operação desencandeada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado durante a manhã desta terça-feira (16) foi investigar suposto desvio de verba pública de quase R$ 1 milhão na Câmara Municipal de Água Clara.




Segundo nota publicada pelo Ministério Público Estadual, a Operação Negócio de Família cumpriu oito mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e três de medidas cautelares diversas com o objetivo de encerrar o que é chamado de "organização criminosa voltada à prática dos crimes de peculato, fraude a licitações e falsidade ideológica."




Ainda de acordo com o MPE, foi apurado que o  desvio de verba pública acontecia via elaboração de processos licitatórios fraudulentos para a contratação de assessoria em diversas áreas da gestão pública.




O trabalho de investigação acredita que o desvio do dinheiro público teve início com a elaboração de processos licitatórios fraudulentos, na modalidade carta convite, os quais eram direcionados a empresas pré-determinadas. Sendo assim, a empresa que vencia a licitação não prestava o serviço, porém recebia todos os valores, os quais, posteriormente, eram repassados aos agentes públicos envolvidos.




O Gaeco, em auxilio à Promotoria de Justiça do Patrimônio Público de Água Clara, apurou que a organização atuou por anos desviando valores, que devam chegar a R$ 900 mil dos cofres da Câmara Municipal de Água Clara. Os mandados foram expedidos pelo Juízo da Comarca de Água Clara.




Durante a Operação Negócio de Família foram apreendidas armas de fogo nos locais visitados em Campo Grande, Três Lagoas, Água Clara e Paraíso das Águas. 


 








Correio do Estado/ Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Acusados desviaram R$ 1 milhão na Câmara de Água Clara"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  PRF desmonta ponto de veículos roubados e clonados emMS

  PM ex-segurança de Reinaldo tem R$ 1 milhão bloqueado

  Brasil tem 58.927 mortes por coronavírus confirmadas

+Notícias mais lidas da semana

Carro capota na MS-436, na região de Camapuã
O HB20 tem placa de Costa Rica e duas pessoas ficaram feridas.
OLX cria verificação com foto de documento em MS
Medida veio após enxurrada de golpes nas negociações.
Alta velocidade e neblina provocam capotamento de Hilux
Foi na BR-262 sentido Ribas do Rio Pardo. Três se feriram.
Leia: O historiador que previu uma grave crise em 2020
Adverte ainda sobre período perigoso da História
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®