Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Justiça / STF

Publicado em: 16/02/2019 - 10:51:23

STF nega liminar para Desembargadora Tânia Borges
Tânia Borges foi afastada das funções no TJMS em outubro de 2018. (Foto: Arquivo)Tânia Borges foi afastada das funções no TJMS em outubro de 2018. (Foto: Arquivo)


O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou pedido liminar à desembargadora afastada Tânia Garcia de Freitas Borges, para que retome as funções no TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). A manifestação se deu em ação protocolada em 6 de fevereiro na Corte, devendo, agora, ser comunicada à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que afastou Tânia em processo no qual ela é acusada de influência no Judiciário estadual para beneficiar o filho, Breno Solon.


A decisão de Lewandowski foi expedida na quinta-feira (15), abrindo prazo de dez dias para comunicação da PGR e do CNJ. A defesa da desembargadora afastada tentava, por meio de um mandado de segurança, devolver Tânia ao cargo do qual foi afastada em outubro de 2018 –o que custou, também, a sua iminente eleição para presidente do TJMS–, sob alegação de que a medida adotada foi “injustificável”.


O STF informou apenas a negativa para atendimento do pedido –detalhes da decisão não foram divulgados. Além de ser afastada das funções de desembargadora, Tânia também deixou o comando do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) em meio ao processo eleitoral. Seu então substituto, o desembargador João Maria Lós, foi eleito presidente da Corte em janeiro.




Tânia Borges já havia tido um primeiro pedido liminar para voltar ao cargo negado em outubro, depois do seu afastamento. A recusa partiu do ministro Luiz Fux.


Benefício – Tânia foi afastada pelo plenário do CNJ, que seguiu relatório do corregedor nacional, Humberto Martins, em reclamação disciplinar que acusou a desembargadora de influenciar o Judiciário par que Breno, preso por tráfico de drogas e com uma arma em 2017 e conduzido ao presídio de Três Lagoas (a 338 km de Campo Grande), fosse liberado. Ela é alvo de um PAD (processo administrativo-disciplinar) que pode resultar desde reprimenda pública à sua aposentadoria compulsória.


O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) acusou a desembargadora afastada de pressionar integrantes do Judiciário para que acelerassem a soltura de Breno –que foi levado para um spa em Atibaia (SP)–, acatando outra decisão que substituía a prisão por tratamento especializado (ele foi diagnosticado com Síndrome de Borderline, um transtorno psicológico). A denúncia foi extinta no TJ.


Martins, em um duro relatório, ainda fez menção a uma segunda denúncia contra Tânia, que teria atuado para influenciar um julgamento no Tribunal de Justiça a pedido do tenente-coronel Admilson Cristaldo (preso na Operação Oiketicus, que apura envolvimento de policiais militares com o contrabando de cigarros) e de um ex-servidor do Tribunal de Contas. O CNJ deve analisar este caso.


Tânia Borges foi afastada das funções no TJMS em outubro de 2018. (Foto: Arquivo)





 

Campo Grande News / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "STF nega liminar para Desembargadora Tânia Borges "

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Homem morre atropelado pela própria camionete

  Adélio diz que agrediu Bolsonaro 'ao ouvir voz de Deus'

  Luan Santana se envolve em acidente em estrada

+Notícias mais lidas da semana

Camapuã recebe o 'Projeto Nossa Energia' nesta semana
Iniciativa é da Energisa que utiliza a unidade móvel para realizar a ação.
Homem é esfaqueado ao invadir casa do ex da namorada
O caso aconteceu em Camapuã na madrugada de domingo (11).
Polícia recupera em MS veículo roubado há 20 anos em SP
Automóvel estava com dois bolivianos abordados na fronteira.
Vilões do estômago: 6 hábitos que atrapalham a digestão
Mudar atitudes simples pode reduzir o desconforto após comer.
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®