Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Mato Grosso do Sul / Corrupção

Publicado em: 05/12/2018 - 14:39:17

Baird não consegue desbloquear bens da Itel e Mil Tec

O empresário João Roberto Baird, preso no último dia 27 de novembro, durante a sexta fase da Operação Lama Asfáltica, teve recurso negado no TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) pela Quinta Turma ao tentar desbloquear bens da Itel Informática e também da Mil Tec Tecnologia da Informática. Em depoimento durante as outras fases da operação, Baird negou ser dono da última empresa. O acórdão foi divulgado nesta quarta-feira (05).


Relator do processo, o desembargador federal Paulo Fontes alegou que a investigação criminal apurou indícios da prática de desvios de recursos públicos, ‘mediante a realização de fraudes em procedimentos licitatórios e na execução dos respectivos contratos administrativos’ que teriam sido realizados por Baird.


As empresas seriam fontes de recursos milionários que beneficiaram os presos na Operação Lama Asfáltica e o sequestro foi baseado ‘na existência de indícios de autoria e materialidade do delito de lavagem e ocultação de bens e valores, bem como na presença do periculum in mora, consistente no risco de dilapidação patrimonial, em prejuízo de eventual necessidade de reparação de dano ao erário’.


Na decisão, o desembargador alega que o sequestro de bens não aponta, necessariamente, ‘vinculação a quaisquer ilícitos penais, ressalvando-se que a medida é cabível em face de autor de infração penal que cause prejuízo à Fazenda Pública’. Para essa medida de constrição, desnecessário que os bens tenham qualquer ligação com os ilícitos penais investigados. Destina-se ao ressarcimento do prejuízo causado à Fazenda Pública, para tanto podendo incidir sobre quaisquer bens do indiciado, mesmo os adquiridos licitamente, sem vinculação com o crime’.


O mandado de segurança impetrado pela defesa de Baird alegava também incompetência da 3ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande, argumento não acatado pelo desembargador. já que desde 2005 o Conselho da Justiça Federal da 3ª Região especializou a 3ª Vara Federal de Campo Grande, atribuindo-lhe competência exclusiva para processar e julgar os crimes contra o sistema financeiro nacional e os crimes de “lavagem” ou ocultação de bens, direitos e valores.


Operação Lama Asfáltica


João Roberto Baird foi preso na sexta fase da Operação Lama Asfáltica. O foco da força-tarefa foi empresários do ramo da informática, que resultou na prisão dele e do seu sócio, dono da PSG Informática. Romilton Rodrigues da Silva, apontado pelas investigações como ‘laranja’ de Baird, se apresentou no dia seguinte à operação.


De acordo com a Polícia Federal, os quatro estariam envolvidos em suposto esquema de lavagem e envio de dinheiro para o exterior, principalmente para o Paraguai. André Luiz Cance lavaria dinheiro para Baird por meio de compras de imóveis e Antônio Cortez atuou em conjunto com o empresário para emitir notas frias para recebimento de propina.


Foto: Divulgação/Midiamax




 

Midiamax / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Baird não consegue desbloquear bens da Itel e Mil Tec "

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Circo pega fogo e incêndio destrói carreta-bilheteria

  PRF apreende 22 quilos de maconha em ônibus na BR-163

  Homem mantinha esposa e filhos em cárcere privado

+Notícias mais lidas da semana

Câmara realiza Sessão Inaugural com presença doPrefeito
Delano Huber, acompanhado de praticamente da equipe, fez leitura de sua mensagem
Marco da Praça Solon Borges recebe golpe da natureza
Há menos de 2 anos recebeu golpe da Prefeitura, quando foi arrancada o arco real
Jovem de 19 anos é morto a tiros em confronto com PMs
Morte ocorreu de madrugada no Jardim Água Boa, quando PMs foram recebidos a tiro
Camapuã:Câmara tem sessão de abertura nesta sexta-feira
Evento, que terá a leitura da mensagem do prefeito, será às 9 horas, no Plenário
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®