Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Política / Governo Governo Federal

Publicado em: 09/11/2018 - 14:14:59

Tereza Cristina diz que governo não vai admitir invasão

Em coletiva a imprensa na manhã desta sexta-feira (9) na sede da Famasul, a deputada reeleita nomeada para ser ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM) disse que o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) não vai admitir, de espécie alguma, invasão de terras. “Teremos segurança jurídica para trabalhar e produzir, sem-terra, indígena ou qualquer outro tipo de invasão a propriedade privada ele não vai titubiar. Ele disse também que a minha missão é dobrar a produção do que já produzimos”, declarou Tereza.


A futura ministra disse também que tem certeza de que conseguirá cumprir sua missão se os produtores tiverem condições para produzirem mais. “Precisamos ter logística, melhorar as estradas, rodovias e ferrovias. Precisamos de infraestrutura para conseguir preços”, acrescentou.


Na ocasião, Tereza Cristina disse que como produtora rural, ouvir que produtores dedicados a preservação do meio ambiente poderiam ser beneficiados e incentivados pela prática, “é música para os ouvidos”, pois a maioria se esforça, mas não recebe nada em troca. “Isso que precisamos buscar, essa remuneração para quem preserva dentro da lei e com esse incentivo teremos muitas áreas de preservação”, defendeu a futura ministra.


O presidente eleito também já adiantou que quer acabar com estoques de multas. Sobre esse assunto, a futura ministra declarou que realmente existe uma injustiça, em que produtores vivem suposta perseguição. “Quando você olha outros setores mais poluidores e que são menos sustentáveis do que a agropecuária, você vê que as multas são muito pequenas em relação ao que hoje tem”, comparou. 


Sobre as declarações em que Bolsonaro propôs a fusão dos ministérios da Agricultura e Meio Ambiente, Tereza Cristina disse que devido a má aceitação “lá fora”, o presidente eleito desistiu, por enquanto, da ideia. “O modelo está se desenvolvendo ainda, é como a lei dos agrotóxicos, que vocês não gostam, é modernização e facilitação”, declarou.


Na ocasião, a deputada foi indagada sobre a prisão do ex-ministro da Agricultura Antonio Andrade. Tereza disse que não poderia declarar nenhuma opinião porque não sabe dos detalhes e que as prisões estão acontecendo e não são de hoje. “Se precisar ser (preso), vai ser”, finalizou.


Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado




 

Correio do Estado / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Tereza Cristina diz que governo não vai admitir invasão"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  CG: Professores acampam na Prefeitura e cobram reajuste

  Amigos devem fazer vaquinha para Lula sair da prisão

  Mourão é alinhado a Jean Wyllys, diz Carlos Bolsonaro

+Notícias mais lidas da semana

Figueirão: morre Rubem Catenacci, dono da Fazenda 3R
O falecimento ocorreu em Curitiba (PR), onde estava internado há alguns dias.
Amigos lamentam falecimento de 'Rubinho Catenacci'
Pecuarista faleceu na madrugada desta terça-feira (23).
Pressão alta? 14 alimentos que deve expulsar da dieta
Saiba como reduzir o risco de hipertensão ao cortar alimentos.
STF: ministro defende liberdade de expressão e imprensa
Censura é 'ilegítima', 'autocrática'e incompatível com 'liberdades fundamentais'
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®