Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Geral / Geral

Publicado em: 08/11/2018 - 07:25:29

Azambuja se reunirá com Bolsonaro na próxima semana

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB)  vai se reunir na próxima quarta-feira, dia 14, com o presidente eleito Jair Bolsonaro para discutir uma pauta específica para o Estado e outra federativa. A confirmação foi dada por Onyx Lorenzoni, ministro extraordinário e futuro chefe da Casa Civil de Bolsonaro, hoje em Brasília.


Azambuja destacou que os assuntos específicos de Mato Grosso do Sul são relativos à segurança e infraestrutura.  “Vou falar sobre a segurança na fronteira, o presidente está  preocupado e nós também, essa é a pauta número 1 que vou levar ao presidente (Bolsonaro). Também vou falar sobre as rotas Transoceânica (rodoviária) e a Bioceânica (ferroviária); a revitalização da Malha Oeste (também ferroviária). Mas, o ponto mais sensível é a segurança de fronteira, precisamos saber qual medida que o presidente vai tomar nas fronteiras do Estado com a Bolívia e o Paraguai”, enfatizou o Governador, que esta em Brasília com a vice-governadora Rose Modesto – eleita deputada federal – e Beto Pereira, também eleito deputado.


Este diálogo vai ser a continuidade de ligação telefônica que o Governador Reinaldo Azambuja recebeu de Bolsonaro no último dia 31, quando solicitou que o gestor estadual fosse a Brasília para discutir as demandas do Estado.


Na reunião da próxima semana, além de falar sobre as questões regionais, a pauta prioritária serão os temas federativos, que tratam de questões nacionais que dependem da participação ou são pertinentes aos governadores e à União. “Temos um reunião com todos os governadores marcada para o dia 14, com Bolsonaro, Guedes (Paulo Guedes, futuro  ministro da Economia)  e Onix”.


EMENDAS


Para o governador Reinaldo Azambuja, a garantia de que Mato Grosso do Sul vai receber R$ 169 milhões em investimentos federais por meio das emendas impositivas apresentadas pela bancada do Estado no Congresso Nacional no Orçamento do próximo ano serão importantes para melhorar os serviços oferecidos à população. Até este ano, o Governo federal não é obrigado fazer os investimentos, no Orçamento de 2019 passa a ter a obrigação. 


“São emendas de bancada impositivas, temos seis emendas, são cerca de R$ 170 milhões garantidos que vão ser empenhados, liberados e, desta maneira, atendidas as demandas do Estado na área de saúde com a compra de equipamentos para hospitais; na segurança pública, equipando-se melhor as polícias, principalmente o DOF. Na área da educação poderemos  melhorar as condições do transporte escolar com os municípios. Pelo menos sabemos que em 2019 teremos seis emendas que serão integralmente liberadas”, destacou Azambuja. Cada uma dessas emendas é no valor de R$ 28, 2 milhões, totalizando os R$ 169 milhões.


 


( Foto: Valdenir Rezende / Arquivo / Correio do Estado)




 

Correio do Estado/ Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Azambuja se reunirá com Bolsonaro na próxima semana"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Ação: Abaixo-assinado contra aumento de salários do STF

  Durante briga em casa, mulher reage, esfaqueia marido

  Jovem baleado em execução do pai está em estado grave

+Notícias mais lidas da semana

Mulher é morta após briga por causa de dinheiro
Teria pedido R$ 50 emprestado.
Camapuã:Motorista que capotou na BR-060 será indenizado
Empresa responsável pelo recapeamento terá que pagar R$ 40 mil.
Bandidos explodem agências bancárias em Chapadão do Sul
Fortemente armados, explodiram agências da Caixa Econômica e Banco do Brasil
Caminhoneiro rasga roupas,quebra dente e estupra menina
Foi em Paraíso das Águas. Ele foi preso porque perdeu o boné no local do estupro
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®