Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Política / Eleição de 2018

Publicado em: 10/10/2018 - 10:30:46

PSL de Bolsonaro fica com Reinaldo também no 2º turno

O PSDB de Reinaldo Azambuja e o PSL de Jair Bolsonaro caminham juntos nas eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. Juntas, as legendas elegeram 11 deputados no primeiro turno. Quatro deles federais e sete estaduais. Nesta segunda etapa do processo eleitoral, o governador reitera a aliança com o partido do presidenciável. 

“Desde o primeiro turno tivemos o PSL na coligação. Tivemos dois candidatos à presidência: o Geraldo Alckmin (PSDB) e o Jair Bolsonaro. Agora, no segundo turno, todo nosso trabalho e apoio é para Bolsonaro. Ele terá meu voto, meu apoio e meu trabalho. Precisamos renovar o Brasil. Gastar menos com Brasília (DF) para gastar mais com os estados. Bolsonaro é o melhor caminho para MS”, afirmou Reinaldo nesta quarta-feira (10) em entrevista à imprensa.

Em Mato Grosso do Sul, a coligação liderada por Reinaldo Azambuja teve apoio do DEM, PP, PSD, Patriota, PPS, PROS, SD, PSB, PTB, Avante e PMN nas eleições majoritárias, ou seja, para governador e senadores. Nas eleições proporcionais, o partido ainda somou com o PMB e o PSL.

Registrada no TRE-MS com o nome “Avançar com Responsabilidade”, a coligação teve duas chapas para deputados federais e três para deputados estaduais. Pela aliança com o PSDB foram eleitos um senador, seis deputados federais e 16 parlamentares estaduais. Conquistaram vagas na Câmara dos Deputados: Rose Modesto (PSDB), Fábio Trad (PSD), Beto Pereira (PSDB), Tereza Cristina (DEM), Tio Trutis (PSL) e Dr. Luiz Ovando (PSL).

Para a Assembleia Legislativa se elegeram Capitão Contar (PSL), Coronel Davi (PSL), Onevan de Matos (PSDB), Zé Teixeira (DEM), Lídio Lopes (Patriota), Paulo Corrêa (PSDB), Felipe Orro (PSDB), Barbosinha (DEM), Marçal Filho (PSDB), Professor Rinaldo (PSDB), Londres Machado (PSD), Neno Razuk (PTB), Herculano Borges (SD) e Gerson Claro (PP).


Com informações da assessoria



























PSL de Bolsonaro está com Reinaldo desde o primeiro turno



















O PSDB de Reinaldo Azambuja e o PSL de Jair Bolsonaro caminham juntos nas eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. Juntas, as legendas elegeram 11 deputados no primeiro turno. Quatro deles federais e sete estaduais. Nesta segunda etapa do processo eleitoral, o governador reitera a aliança com o partido do presidenciável. 

“Desde o primeiro turno tivemos o PSL na coligação. Tivemos dois candidatos à presidência: o Geraldo Alckmin (PSDB) e o Jair Bolsonaro. Agora, no segundo turno, todo nosso trabalho e apoio é para Bolsonaro. Ele terá meu voto, meu apoio e meu trabalho. Precisamos renovar o Brasil. Gastar menos com Brasília (DF) para gastar mais com os estados. Bolsonaro é o melhor caminho para MS”, afirmou Reinaldo nesta quarta-feira (10) em entrevista à imprensa.

Em Mato Grosso do Sul, a coligação liderada por Reinaldo Azambuja teve apoio do DEM, PP, PSD, Patriota, PPS, PROS, SD, PSB, PTB, Avante e PMN nas eleições majoritárias, ou seja, para governador e senadores. Nas eleições proporcionais, o partido ainda somou com o PMB e o PSL.

Registrada no TRE-MS com o nome “Avançar com Responsabilidade”, a coligação teve duas chapas para deputados federais e três para deputados estaduais. Pela aliança com o PSDB foram eleitos um senador, seis deputados federais e 16 parlamentares estaduais. Conquistaram vagas na Câmara dos Deputados: Rose Modesto (PSDB), Fábio Trad (PSD), Beto Pereira (PSDB), Tereza Cristina (DEM), Tio Trutis (PSL) e Dr. Luiz Ovando (PSL).

Para a Assembleia Legislativa se elegeram Capitão Contar (PSL), Coronel Davi (PSL), Onevan de Matos (PSDB), Zé Teixeira (DEM), Lídio Lopes (Patriota), Paulo Corrêa (PSDB), Felipe Orro (PSDB), Barbosinha (DEM), Marçal Filho (PSDB), Professor Rinaldo (PSDB), Londres Machado (PSD), Neno Razuk (PTB), Herculano Borges (SD) e Gerson Claro (PP).










Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "PSL de Bolsonaro fica com Reinaldo também no 2º turno"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Anoreg quer fim de fundos que oneram taxas cartorárias

  Renato Aragão deve ir para o programa A Praça É Nossa

  Família procura jovem desaparecida em MS

+Notícias mais lidas da semana

Família procura jovem desaparecida em MS
Família está desesperada e já procurou a polícia
Presa por morte em motel trocou mensagens com suspeito
Fernanda e Patrick Fontoura foram trocadas no dia da morte de Daniel Abuchaim
Menina morta em agressões de colegas é enterrada
Gabrielly era querida na igreja onde cantava e participava de teatros,diz pastor
Avião cai em Chapadão do Sul e mata piloto
Ele decolou por volta das 10 horas em uma fazenda e ia para Juara (MT)
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®