Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Rio Verde de MT / Polícia

Publicado em: 26/06/2018 - 17:22:34

Mulher é morta pelo ex com 17 facadas em Rio Verde

Uma mulher identificada como Adriana Auxiliadora dos Santos foi morta com pelo menos 17 facadas na manhã desta terça-feira (26), no Bairro Cohab Vila Nova, em Rio Verde.


O principal suspeito crime é o ex-marido da vítima. Ele foi preso em São Gabriel do Oeste.


Segundo o site Edição MS, Adriana foi atingida por sete facadas nas costas, uma na coxa esquerda e pelo menos nove na parte da frente do corpo. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu antes que pudesse ser socorrida.


Equipes das polícias Civil e Militar fizeram rondas para tentar localizar o suspeito, que foi preso horas depois do crime, em São Gabriel do Oeste.


Foto: Divulgação




 

Midiamax / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Mulher é morta pelo ex com 17 facadas em Rio Verde"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Mourão diz que desmatamento foi além do aceitável

  Covid-19: Desde sexta, MS teve 21 mortes oficializadas

  Adolescente mata amiga com tiro acidental e arma do pai

+Notícias mais lidas da semana

Reinaldo e filho são indiciados pela PF na Vostok
Eles foram indiciados pela Federal por corrupção e lavagem de dinheiro
Com doença autoimune Cleber morreu de covid aos 45 anos
A doença autoimune desconhecida agravou saúde após dengue e covid-19
Jovem morte em acidente na Capital foi jogada do carro
Acidente foi no Bairro Cabreúva ontem a noite.
Facebook derruba páginas fake news ligadas a Bolsonaro
Tercio A. Tomaz trabalha com o presidente e integra o chamado 'gabinete do ódio'
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®