Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Geral / Geral

Publicado em: 13/03/2018 - 07:17:25

Espancada pelo marido, mulher diz que gosta de apanhar

Homem de 24 anos foi preso por espancar a esposa, de 22 anos, na noite de ontem, na residência do casal, localizada na região central do município de Inocência. A vítima foi agredida com vários socos no rosto, levou tijolada na cabeça e chegou a ser estrangulada pelo marido. Porém, quando a Polícia Militar chegou ao local  após ser acionada por vizinhos, ela tentou negar os fatos, alegando que o agressor era inocente.


Segundo o boletim de ocorrência, a mulher foi encontrada com o rosto inchado, coberto de sangue por conta da tijolada que provou corte e estava com marcas de enforcamento. Ela se recusou a receber atendimento médico e tentou justificar as atitudes do marido dizendo que ele agiu de forma violenta porque estava bêbado e com ciúmes, motivos pelos quais acreditava que o homem não deveria ser preso.


O casal foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, mas ela não concordou em fazer o exame de corpo de delito, para ratificar a gravidade das lesões. "Não sou obrigada a fazer corpo de delito contra ele. Sou maior de idade e conheço meus direitos", teria dito segundo registro policial. Ela também não permitiu que os investigadores fotografassem as lesões, afirmou que gosta de apanhar, sempre apanhou e vai continuar apanhando por amar o agressor.


ALERTA


Este caso vai na direção oposta do que pregam as políticas públicas de combate à violência contra a mulher. O avanço nos mecanismos de proteção e medidas que garantem independência resultaram no crescimento latente do número de denúncias. Em 2017, 18.475 vítimas denunciaram seus agressores em Mato Grosso do Sul, segundo a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). 


A própria Casa da Mulher Brasileira, com sede em Campo Grande, tem um segmento específico para orientar mulheres que ainda aceitam a violência, já que, segundo as estatísticas, situações assim costumam se tornar cada vez piores, chegando a desfechos cruéis, como feminicídio. Só no ano passado foram registradas 57 tentativas de feminicídio e 27 casos consumados no Estado.


 


(Foto: Ilustrativa) 




 

Correio do Estado/ Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Espancada pelo marido, mulher diz que gosta de apanhar"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

IFMS abre 1,5 mil vagas em cursos gratuitos

  MS: Operação contra Aécio cumpriu mandados de intimação

  Avião agrícola cai em lavoura e fica destruído

+Notícias mais lidas da semana

Menina morta em agressões de colegas é enterrada
Gabrielly era querida na igreja onde cantava e participava de teatros,diz pastor
Presa por morte em motel trocou mensagens com suspeito
Fernanda e Patrick Fontoura foram trocadas no dia da morte de Daniel Abuchaim
Avião cai em Chapadão do Sul e mata piloto
Ele decolou por volta das 10 horas em uma fazenda e ia para Juara (MT)
Sul-mato-grossense de 21 anos está sumida na Austrália
Jovem é natural de Três Lagoas e reside na Austrália desde 2004
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®