FECHAR
> Polícia / Violência doméstica

Publicado em: 10/02/2018 - 23:30:15

Mulher sofre aborto ao ser agredida pelo marido

Após ser agredida com golpes de capacete pelo marido, uma grávida de 26 anos acabou sofrendo um aborto nesta sexta-feira (9), decorrentes das agressões sofridas, na cidade de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande.


A irmã da jovem procurou a delegacia de polícia neste sábado (10) para denunciar o cunhado. Ela disse que na semana no último domingo (4), a vítima foi agredida pelo marido com golpes de capacete, sendo levada para o hospital já que estava apresentando sangramento.


Após ser medicada a vítima foi liberada, mas nesta sexta-feira (9) voltou a passar mal sofrendo um aborto. De acordo com o site Dourados News, ela foi levada para o hospital junto do corpo do bebê enrolado em um lençol.


A polícia investiga o caso para saber os responsáveis pelo aborto e agressões a mulher.




 

Midiamax / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Mulher sofre aborto ao ser agredida pelo marido"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  CG: três meninos são encontrados com fome e abandonados

  Bebê de 1 ano e 9 meses morre afogado em açude de cháca

Jovem acidentado em moto morre na Santa Casa de CG

+Notícias mais lidas da semana

CAMAPUÃ NEWS posta enquete sobre atuação dos vereadores
É importante que os internautas votem e comentem na enquete
Casal do Espírito Santo morre em acidente na BR-060
Filha do casal fraturou a perna e teve afundamento de crânio
Camapuã: ruas do Cristo Redentor têm início da drenagem
Os recursos, que estavam perdidos, foram resgatados pela atual administração.
André Puccinelli e filho são presos novamente pela PF
O advogado disse que prisão causa estranhamento.
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®