FECHAR
> Mato Grosso do Sul / Pantanal Sul-Mato-Grossense

Publicado em: 03/01/2018 - 17:07:36

Nível do rio Miranda sube e chega a 7,10 metros

O nível do rio Miranda continua a aumentar nesta quarta-feira (3). Em 24 horas, as águas subiram seis centímetros, segundo boletim da sala de situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). Nesta manhã, o nível do rio está em 7,10 metros.


Na última segunda-feira (1°), o Imasul emitiu aviso de evento crítico para que a Defesa Civil alertasse a população sobre os riscos de alagamento na região. O aviso é feito para que a Defesa Civil municipal e estadual estejam preparadas para atender aos moradores, principalmente os ribeirinhos que correm mais risco de ficarem desalojados.


Com cheia do rio, a água já começa a invadir as instalações lindeiras ao curso hídrico e inundações de propriedades rurais. O grande volume de precipitações nos últimos meses tem afetado diretamente no nível de rios do Estado, sendo o Miranda um dos mais afetados, informou o Imasul.


Chuvas


Conforme o Imasul, dezembro de 2017 terminou com chuvas acima do esperado para o mês em 10 cidades de Mato Grosso do Sul, segundo dados do Cemtec/MS (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos). Em quatro cidades o volume de precipitações passou dos 300 milímetros em 31 dias.


Em Sete Quedas, foram registrados 321,8 milímetros de chuva durante dezembro, sendo que a média histórica da cidade é de 178,8 mm. O volume ficou 79,98% acima do que era esperado para todo o mês.


Em Nhumirim, região do Pantanal, bateu recorde de 97,8 mm de chuva em um único dia e terminou dezembro com registro de 320,4 mm de precipitações, 84% acima dos 174 mm esperados para o mês. Juti, região Sul, também entrou no ranking dos municípios onde mais choveu no último mês de 2017, com 312,6 mm, 63,41% acima da média histórica.


Cassilândia registrou 308,2 mm de chuva em dezembro. O volume é 13% acima dos 270 mm esperados para o mês. Na lista entre as cidades que tiveram mais chuva que a média ainda estão Bataguassu, Bela Vista, Itaquiraí, Ivinhema, Jardim e Ponta Porã.


Em Campo Grande choveu 225,4 mm em dezembro, volume esperado para dezembro. A Capital registrou 50 mm de precipitações em um único dia e, dos 31 dias só não teve chuva em 12.


Emergência


As chuvas intensas, destruição de estradas, pontes de madeiras, enchentes e aumento do nível dosrios levaram 12 municípios sul-mato-grossenses a decretarem situação de emergência, em virtude das chuvas que atingem o Estado desde o final do ano passado.


De acordo com o Cedec (Coordenação Estadual da Defesa Civil), quase 12 mil pessoas foram afetadas, de alguma maneira, pelas chuvas de alguma maneira. Em Porto Murtinho, o alagamento de um bairro obrigou pelo menos 600 moradores a deixarem suas casas no fim de 2017.


Foto: Divulgação/Midiamax




 

Por Wendy Tonhati/Midiamax / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Nível do rio Miranda sube e chega a 7,10 metros"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Bela Vista comemora hoje 110 anos de fundação

  CR7 deixa gorjeta de R$ 90 mil em hotel na Grécia

  Em 1ª aparição pós-Copa, Neymar vê exagero em críticas

+Notícias mais lidas da semana

CAMAPUÃ NEWS posta enquete sobre atuação dos vereadores
É importante que os internautas votem e comentem na enquete
Viatura da polícia capota após ser fechada na BR-163
Foi entre Juti e Naviraí, após ser ‘fechada’ por um caminhoneiro na estrada.
Hilux bate em caminhão pipa e motorista morre
Foi na MS-276, em Nova Andradina. Passageiro sofreu fraturas.
Casal do Espírito Santo morre em acidente na BR-060
Filha do casal fraturou a perna e teve afundamento de crânio
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®