Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Geral / Geral

Publicado em: 19/06/2017 - 14:10:13

Família procura por mestre de obras desaparecido

Familiares procuram pelo mestre de obras Orivaldo do Carmo Alves, de 57 anos. Ele desapareceu na última sexta-feira (16), por volta das 17 horas, depois de sair da casa do vizinho, a cerca de 100 metros da residência onde mora, na Rua Xavantes, no Jardim Tijuca em Campo Grande.


Otávio Santana, de 33 anos, sobrinho do mestre de obras, afirma que o tio disse para o vizinho que voltaria para casa, no entanto, não retornou. Alves mora sozinho e não tem filhos. Ele não tem celular e está desaparecido há três dias.


"Ele estava na casa de um vizinho, a uns 100 metros de onde mora. Saiu de lá dizendo que iria para casa, mas não voltou e não o vimos mais", relata.


Segundo as informações, Alves está desempregado há oito meses e depende da ajuda de familiares. O sobrinho diz que devido ao desemprego, o tio começou a ter problemas com álcool, apresenta sinais de depressão e estava bêbado no dia em que desapareceu.


"Ele ficou desempregado. Sobrevive com a ajuda da família. Começou a ter problemas com álcool, está ficando meio desorientado. Sabemos que estava meio bêbado no dia em que ele sumiu. Ficamos preocupados com isso porque acreditamos que ele possa ter caído, se machucado sem ninguém ter visto", declara.


Sem pistas sobre o desaparecimento do mestre de obras, a família chegou a procurá-lo em hospitais da cidade, no entanto, não teve nenhuma informação sobre ele.


Um boletim de desaparecimento foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.


Informações sobre o paradeiro do mestre de obras podem ser repassadas à polícia ou aos familiares por meio dos telefones: (67) 99213-7818, ou, (67) 99265-9235.




(Foto: Arquivo Familiar) 




 

Midiamax/ Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Família procura por mestre de obras desaparecido"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Briga por causa de ex-mulher deixou dois mortos

  PM compra dez bafômetros novos em MS por R$ 104 mil

MS abre seleção para professor da educação indígena

+Notícias mais lidas da semana

Camapuã: Homem é encontrado morto a facadas
'Chicão' foi encontrado morto, caído próximo a rodoviária.
Tiririca se despede 'com vergonha da política'
'Nem todos os 513 trabalham. É vergonhoso', afirma o deputado.
Por ciúmes, homem atropela dois em Camapuã
Suspeito viu a ex conversando com os dois jovens em bar.
Deputado Júnior Mochi presta contas em Camapuã
O evento contou com a presença dos prefeitos de Camapuã e Figueirão.
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®