Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Eventos / Geral

Publicado em: 04/05/2017 - 13:20:28

Conselheiro destaca estragos provocados pela corrupção

Ladeado pelo presidente do Tribunal de Justiça, Des. Divoncir Schreiner Maran, pelo diretor-geral da Ejud-MS, Des. Júlio Roberto Siqueira Cardoso e autoridades constituídas dos outros poderes e entidades, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Conselheiro Valdir Neves, chamou a atenção dos presentes para os estragos que a corrupção causa na sociedade. “É triste constatarmos, mas os dados apontam que o Brasil está involuindo, sobretudo na questão da criminalidade. O Estado não tem sido competente suficientemente para apresentar alternativas. Quando um gestor fracassa não é ele que perde, mas sim a população”, apontou o Conselheiro na abertura do “II Fórum de Direito, Ética e Combate à Corrupção”, que teve início às 8 horas de hoje (4) e acontece até amanhã (5), na sede do TCE. 




A primeira palestra do evento, sobre “Delação Premida”, foi do advogado da Odebrecht, José Carlos Porciúncula, e a mesa foi presidida pelo Des. Júlio Roberto Siqueira Cardoso, que abriu a rodada questionando: “Que instituto é esse que combateu a máfia, que é usado há tanto e tanto tempo no mundo todo e que estava dormindo no Brasil?”. Em seguida passou a palavra ao palestrante, que explanou sobre o assunto,  e, entre outras coisas, chamou a atenção para a necessidade de sempre se evitar o intuitivo e aplicar a essência do Direito. 



A delação premiada é considerada por algumas pessoas como um “prêmio” para o acusado que opta por delatar os comparsas e ajudar nas investigações da justiça. De acordo com a lei brasileira, o juiz pode reduzir a pena do delator entre 1/3 (um terço) e 2/3 (dois terços), caso as informações fornecidas realmente ajudem na celeridade de um julgamento. A delação está prevista por lei no Brasil desde 1999, por meio do Decreto de Lei nº 9.807 e no artigo 159 do Código Penal Brasileiro. O advogado José Carlos Porciúncula expôs o assunto, com conhecimento profundo e fez um paralelo das influências do instituto no combate à corrupção no quadro politico e econômico brasileiro. 

Amanhã



O evento seguiu pela manhã com o painel Avanços dos Tribunais de Contas, a tarde abre com o Papel do CNJ no Combate à Corrupção, com o Papel da RFB no Combate à Corrupção, a Eficiência da Advocacia Pública para o Combate à Corrupção, o Papel da CGU no Combate a Corrupção e a Atuação com os outros Órgãos. Amanhã (5), às 8 horas, haverá a palestra o Custo da Corrupção no País e a Atuação da PF, Boas Práticas para a Prevenção e o Combate à Corrupção  – A Experiência do Tribunal de  Contas do Distrito Federal, a Possibilidade de Transação à Luz da Lei nº 8.429/92, Corrupção, Financiamento Político e Caixa 2, a Construção da Política de Enfrentamento da Corrupção: Avanços e Desafios, fechando o circuito a palestra sobre a Prova no Processo Penal – sua Utilização em Outros Procedimentos.



Segundo o Conselheiro Valdir Neves, o objetivo do evento é contribuir para uma ampla reflexão sobre a realidade brasileira e oportunizar a união das instituições para o fortalecimento de políticas públicas eficazes, de acordo com as expectativas da sociedade.  

O evento tem a participação do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, por meio de sua Escola Judicial (Ejud-MS), e de outras instituições jurídicas brasileiras e fazem parte da sua Comissão Organizadora e Científica o diretor-geral da Ejud-MS, Des. Júlio Roberto Siqueira Cardoso, e o presidente da Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul (Amamsul), juiz Fernando Chemin Cury. Na Comissão Avaliadora, fazem parte o Des. Júlio Siqueira e o juiz Alessandro Meliso, diretor da Escola da Magistratura de Mato Grosso do Sul (Esmagis). 

Fonte: Site TJMS/Assessoria


Fotos: Assessoria (1ª plenário do Fórum e 2ª presidente do TJMS e o advogado da Odebrecht, José Carlos Porciúncula


 




   

TJMS / Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Conselheiro destaca estragos provocados pela corrupção"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Ação: Abaixo-assinado contra aumento de salários do STF

  Durante briga em casa, mulher reage, esfaqueia marido

  Jovem baleado em execução do pai está em estado grave

+Notícias mais lidas da semana

Mulher é morta após briga por causa de dinheiro
Teria pedido R$ 50 emprestado.
Camapuã:Motorista que capotou na BR-060 será indenizado
Empresa responsável pelo recapeamento terá que pagar R$ 40 mil.
Caminhoneiro rasga roupas,quebra dente e estupra menina
Foi em Paraíso das Águas. Ele foi preso porque perdeu o boné no local do estupro
Bandidos explodem agências bancárias em Chapadão do Sul
Fortemente armados, explodiram agências da Caixa Econômica e Banco do Brasil
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®